Lucro Operacional

O lucro operacional muitas vezes é confundido com o lucro bruto. No entanto, eles são diferentes entre si sendo que o operacional é fundamental para qualquer empreendedor.

Afinal, é através dele que é possível ter uma noção exata do quanto todos os serviços oferecidos por sua empresa são rentáveis. O que é essencial para mantê-la com o financeiro em perfeitas condições.

Veja também: Como calcular porcentagem





O que é lucro operacional

O lucro operacional é aquele que é gerado exclusivamente pela operação que a empresa oferece já excluindo qualquer movimentação financeira como as despesas administrativas, operacionais e comerciais.

É por essa razão que ele é uma das informações que integram o DRE (Demonstração do Resultado do Exercício). Mas o que é esse relatório?

Trata-se de um resumo dos resultados de uma empresa por certo período sendo que o mais usual é um ano. Além do mais, esta é uma ótima ferramenta para fazer uma análise do empreendimento.

Lucro Operacional

Lucro bruto é a mesma coisa que operacional?

O lucro bruto e o lucro operacional são diferentes e calculados em estágios diferentes.

O bruto é calculado num estágio anterior ao do operacional.

Após saber o valor do lucro bruto é que são subtraídas as despesas comerciais, operacionais e administrativas para em outro momento ser feito o cálculo do lucro operacional.

Dessa forma o operacional consegue fornecer uma visão real de como está o financeiro da empresa, pois ele consegue refletir exatamente a diferença existente entre os custos e as receitas.

Como calcular lucro operacional

Agora que você já entende o que é lucro operacional chegou o momento de aprender a calcular. Para isso, você pode utilizar a seguinte fórmula:

Lucro operacional = Lucro Bruto – Despesas Operacionais + Receitas Operacionais.

Mas como se chegou a esse cálculo? O princípio de tudo está na receita operacional que é aquela que está estritamente ligada à atividade realizada pela empresa.

Não entendeu? Então vamos a um exemplo prático.

Imagine que você tem uma empresa que conseguiu vender R$ 10.000 em cosméticos. No entanto, houve R$ 50 em devoluções, R$ 3.000 em impostos e R$ 50 em descontos. Para encontrar a receita líquida é preciso subtrair esses valores do total de vendas.

Assim fica: R$ 10.000 – R$ 50 – R$ 3.000 – R$ 50 que é igual a R$ 6.900 de receita líquida.

Para adquirir os cosméticos foi preciso pagar um valor por eles que também precisam ser considerados.

Supondo que eles custaram R$ 2.000 é preciso subtrair esse valor da receita líquida. Assim teremos R$ 6.900 – R$ 2.000 = R$ 4.900, o lucro bruto.

Com o lucro bruto em mãos é preciso subtrair as despesas operacionais e depois somar as receitas operacionais. Vamos supor que o total delas, no nosso exemplo, seja de R$ 1.000.

As receitas operacionais são aquelas que não possuem ligação com a atividade fim da empresa. Agora suponhamos que nossa empresa exemplo tenha R$ 1.500 de receitas operacionais.

Com todos esses dados podemos concluir que o lucro operacional = 4900 – 1000 + 1500 = 5400. Esta é exatamente a mesma fórmula que foi dada no início.

Entenda mais sobre margem de lucro

Para determinar a margem de lucro é preciso considerar uma série de fatores como a concorrência, o mercado e o quanto o público aceita. Assim, cada empresa possui essa margem diferente.

A margem de lucro mostra o quanto que uma empresa está ganhando em cima das vendas realizadas. Esse valor está embutido no preço do produto ou serviço oferecido e pode ser calculado através da seguinte fórmula:

Margem = lucro/receita x 100

Para poder definir a margem ideal para o seu negócio é preciso avaliar o quanto que foi investido na empresa e o quanto se deseja ter de remuneração por esse investimento.

Considerações finais

O lucro operacional é um indicativo financeiro de grande importância para a empresa. Afinal, é através dele que ela consegue identificar o quão rentável ela está sendo nos produtos e/ou serviços que oferece.

Veja também

Lucro Operacional
5 (100%) 7 votes



Leave a Reply